quinta-feira, 13 de abril de 2017

e



TRANSFORMAÇÃO

No mundo judaico antigo, um de cada sete anos era destinado, por lei, ao repouso compulsório. A terra não podia ser cultivada, as dívidas se extinguiam e os escravos conquistavam a liberdade. Não era permitido sequer colher os frutos das árvores. Terminado esse período, conhecido como ano sabático, tinha início um novo ciclo de vida.
Nos dias atuais essa prática tomou uma nova conotação, pois 

estamos vivendo de forma tão corrida que nosso tempo está passando sem que olhemos para nosso interior e percebamos  os acontecimentos ao nosso redor. Somos carregados por uma onda que nos entorpece e nos deixa sem sentido.
Depois dos cinquenta, uma "chave" virou dentro de mim e de repente passei a querer algo mais além das coisas materiais. Passei a buscar o sentido da vida e percebi que a coisas são mais simples do que imaginamos. Deixei de ser reativa e entendi que o universo não gira em  torno do meu umbigo. Entendi que nem  todos os acontecimentos são direcionados a minha pessoa e que mais vale relevar do que estar certa. No caminho de tantas certezas perdi muitos amigos.
 Passei quase dois anos sem escrever absolutamente nada. Passei por momentos de total falta de criatividade literária. Posso dizer que me senti  estéril. Apesar desse "silêncio" criativo, passei a escutar mais minha voz interior, escutar meus instintos e a entender que a espiritualidade está dentro de cada um de nós e que devemos sempre dar ouvidos aos chamados SINAIS.
Posso dizer que foram meus anos de recolhimento e de auto conhecimento. Aquela pessoa de dois anos atrás não existe mais e tenho certeza  que a minha busca está apenas começando.
Estamos por aqui para aprender e evoluir. Ninguém , que habita este plano, tem a sabedoria suprema. Precisamos passar por muitas coisas para que realmente aprendamos algo e olha que muita gente passa por essa vida achando que já veio pronto e que nada tem a aprender. Como professora, tenho essa obrigação  todos os dias de minha vida, não só através dos livros mas , principalmente, pelos olhos dos meus alunos.
Desejo que nessa Páscoa, todos voltem seus olhos para o interior da alma. Que reflitam sobre o verdadeiro significado dessa época. A transformação deve ocorrer dentro de cada um de nós para que o todo, então , se transforme  plenamente.



terça-feira, 26 de maio de 2015

IR ALÉM

Sou uma treinadora.  Nasci para isso, vim ao mundo com essa marca e depois de muito relutar, resolvi aceitar o que sou. Algumas pessoas me olham com medo, outras com admiração e ,ainda outras, me olham querendo tudo aquilo que sou mas nem imaginam como é estrada que percorro todos os dias de minha vida, para  estar aqui. Busco então, tirar o melhor de cada aluno que passa por mim, mostrando o quanto podemos ir além, o quanto somos capazes de fazer coisas incríveis em nossas vidas. Basta acreditarmos na nossa inesgotável fonte do querer.
Não é fácil. Muitas vezes dói, mentalmente e fisicamente mas garanto que quando conseguimos superar nossos medos de falhar e calamos aquela voz interior que nos diz para desistir, alcançamos um nível de satisfação ,com nós mesmos ,que é in-des-cri-tí-vel!!
Trazer a  tona o melhor de cada um é uma tarefa gratificante, trabalhoso mas muito gratificante ,principalmente por ser um desafio em levar as pessoas a conhecerem um lado de si que geralmente está  bem escondido nas profundezas da alma.
Tem uma lenda por aí, pregando que sou sargentona e costumo dizer que "sou grossa mas sou fofa" mas acreditem, é um personagem. A maioria de nós precisa ser ,quase que ,lançado na direção de nossos objetivos. Sempre temos, como diz meu amigo Luiz Eduardo Rocha, um "CADERNO DE DESCULPAS PRONTAS", de onde sacamos as mais esfarrapadas, para não fazermos as mais diversas tarefas, seja começar a dieta ou  se exercitar.
Me sinto na obrigação, enquanto educadora e treinadora, em  fazer emergir o melhor de cada um.
Hoje sou grata a Deus por ter me feito entender a minha missão e grata a todos os alunos e alunas que passaram, passam e passarão em minha vida, por me ensinarem todos os dias uma coisa nova e por despertarem em mim a vontade de  buscar sempre o conhecimento.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

VENCENDO MONTANHAS

Todos os dias criamos esperanças de acontecimentos inesperados que mudarão toda nossa vida: pessoas que aparecerão e nos farão felizes para sempre, uma oferta de emprego irrecusável, uma viagem para aquele lugar paradisíaco, enfim , esperamos as vezes por aquilo que não virá. Se não fizermos algo, realmente não virá nunca.
Vencedores vão e fazem as coisas acontecerem por isso são vencedores. Eles vão onde ninguém quer ir porque é desagradável e sai de sua zona de conforto. Querer algo é muito fácil o difícil é realizar. Quantas pessoas todos os dias deixam grandes oportunidades passarem por suas vidas, simplesmente porque dá trabalho, faz suar, tem que ficar depois do expediente, tem que ir além. Poucos estão dispostos a ultrapassar os seus limites e são esses, que ultrapassam, que tudo conseguem .
Por que nos é tão difícil abrir mão de algumas coisas, alguns confortos, algumas regalias em prol de algo maior que  são os nossos sonhos??. Walt Disney já dizia: " Se você sonhou é porque é capaz de realizar". Sem perceber caí neste conforto de não fazer nada para conseguir o que quero e fiquei reclamando que tudo o que quero não consigo. Claro que não consigo, toda vez que estou quase lá eu desisto!!! Isso mesmo, DESISTO!!. Sabe por que? Por muitos anos em minha avida pessoas me fizeram acreditar que eu não chegaria a lugar nenhum. Encheram meus ouvidos de derrotas e o pior de tudo é que acreditei no " CANTO DA SEREIA"  e a pior sabotadora de meus projetos era eu mesma. Sempre fiquei esperando que alguém me dissesse que eu venceria, que conseguiria mas nunca ouvi e por isso não me achava capaz.Mas espera aí. Subi tantas montanhas tão íngremes e alcancei tantos topos, passei por tantos vales da morte e saí com vida, passei por tantas tempestades e sobrevivi, como assim não sou capaz?? Como assim ouvi tanta besteira a minha vida toda e dei importância?? Quer saber? Sou D++++. Posso tudo aquilo que eu quiser. A vitória sempre foi minha mas sempre escolhi perder, sempre dei passagem para outro me ganhar quando estava mais preparada do que ele porque não acreditava em mim. Quantas pessoas, como eu, que passam suas vidas inteiras achando que são "perdedoras" quando na verdade são campeões dentro do armário!! As pessoas querem que você esteja bem mas nunca melhor do que elas, pois ser melhor significa vencer e vamos falar a verdade: NINGUÉM quer ser perdedor.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

ANO NOVO


Pois é, um ano se passou e eu estava em um momento congelado de criatividade. Simplesmente não conseguia escrever nada, não tinha tempo para nada e meu lado egoísta estava totalmente aflorado.
2012 foi um ano de muitas conquistas mas também de algumas derrotas em minha vida. Eu só conseguia pensar em vendas em comprar mercadorias para vender e ao mesmo tempo que isso acontecia e eu percebia o como sou boa com vendas, esquecia de administrar bem o dinheiro. Resultado? Falida e devendo os tubos. Recolhi meus cacos, estou pagando pelos estragos e trilhando um novo recomeço. Não posso me queixar, pois minha vida é repleta de novidades e desafios, os quais me proponho a ultrapassar. Alguns ultrapasso com sucesso outros com um pouco de dificuldades mas sigo em frente de qualquer maneira.
Uma nova fase começa, um novo ciclo se inicia. O mundo não acabou, continuamos aqui em nossa luta diária em busca da felicidade. Queremos resultados diferentes e continuamos a fazer tudo igualzinho como sempre.As mudanças que tanto queremos tem que acontecer dentro de nós e não nos outros. Nossos desejos de uma vida melhor  têm que começar a se concretizar a partir de nós mesmos.
Estou cheia de planos e estratégias para que aquele "algo mais" aconteça este ano , já que me "reapaixonei" pelo meu marido, ganhei uma cadelinha maravilhosa, fui promovida e envolvida em um novo projeto. Viu? Coisas maravilhosas acontecem o tempo todo, e só agora, que estou escrevendo essas coisas, me dei conta o quanto minha vida é cheia de coisas incríveis acontecendo o tempo todo. Por que então temos essa mania horrível de ficar simplesmente reclamando o tempo todo? Vou fazer um pacto comigo mesma: nos próximos 10 dias não reclamarei de nada ( 10 dias é um tempo razoável e possível de realização ), procurarei aceitar o que tenho que aceitar, modificar o que posso e entender que há uma grande diferença entre essas duas coisas.
Ainda estou aquecendo, sendo assim a postagem de hoje é curta e com este breve desabafo.
Até amanhã, com o meu "EU " normal de volta!!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

TERCEIRO DIA DE TREINO

Todo dia é dia de lutaaa!!!Queridas amigas e amigos, vamos acordar e parar de ficar protelando fazer algo pela sua saúde. Fazer uma atividade física, antes de ter como fim a estética, tem também a finalidade de manter o seu corpo saudável e sem doenças. Conheço muitas pessoas que acham que não tem que fazer nada, apenas comer, beber e respirar e que tudo isso já é mais que suficiente. Digo que não é caros amigos. Sim é legal ficar com o corpinho em forma mas e o resto? Noto pequenos detalhes no dia a dia nas pessoas que convivem comigo e percebo como faz toda a diferença. Dia desses fui a um lugar com uma amiga e tivemos que subir uma ladeira um pouco íngreme. Eu subi sorrindo e rápido, ela quase rolou ladeira abaixo, pois perdeu o equilíbrio e o fôlego. Claro que, como boa amiga, comecei a rir sem parar e vi como ela não tinha preparo algum. E vou te dizer: ela nem é gorda. Ao longo de minha vida ouvi muitas vezes me chamarem de fútil porque eu frequentava a academia, corria e vivia de dieta e hoje vejo essas mesmas pessoas, muitas vezes me procurando, querendo uma orientação para começar uma atividade, pois está obeso e o médico recomendou se mexer. Caríssimos a melhor escolha é a prevenção. Aquele que se cuida vai ter uma chance muito menor de ter um infarto ou outro problema de saúde qualquer. Dá trabalho, é cansativo, você sua e pode até ficar dolorido mas o que você prefere? Pagar uma academia ou um personal todos os meses ou gastar uma fortuna com remédios de uso contínuo? Eu prefiro a prevenção e por isso todos os dias levanto com as galinhas e vou fazer minha cota de exercícios. Corro, faço boxe, alongo, faço musculação e ainda faço uma aula maravilhosa chamada FUNCIONAL, onde é trabalhado o equilíbrio, a força, coordenação motora e ainda tem o lado lúdico onde me divirto bastante, sem contar que meu professor MARCO AURELIO VIANNA, arrebenta!!!
Depois da preleção vem o meu diário de treino:

Acordei às 6:00 bebi um copo de suco de uvas

Fui para a academia. Deixei minha mochila e minha querida bicicleta e fui correr no bosque enquanto seu lobo não vinha. Corri 40 min ritmo forte. Retornei para a academia e fui para aula de boxe, treinando 45 min. porque cheguei atrasada. Tudo bem.
No intervalo do boxe e alongamento comi uma maçã.

Aula de FUNCIONAL. Hoje trabalhou equilíbrio, força e resistência. Saí morta mas feliz. Gosto de suar em bicas e me sentir exausta. Maluca? Sim Maluca Beleza!!!rsss

Almoço: Arroz, feijão, salada e peito de frango grelhado






Fiquei muitos anos sem comer feijão e agora que voltei a comer sinto que minha disposição aumentou e muito!!

Não tive tempo de fazer um lanche à tarde e por isso tomei um suco de maracujá.

Jantar: sanduiche de pão integral com queijo branco e ameixa.

Até amanhã!!

TERCEIRO DIA DE TREINO PARA MARATONA

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

SEGUNDO DIA DE TREINO -RUMO A MARATONA

Todos os dias temos a chance de escolher entre ficar deitado ou levantar e ir a luta. Todos os dias temos que fazer um esforço sobre-humano para nos levantarmos e fazermos, as vezes, aquilo que não queremos ou que não estamos com vontade. Serei bem franca: Todo dia a preguiça bate a minha porta querendo entrar para morar e não ir embora nunca mais e todos os dias eu abro a porta e digo na cara dela que ela NUNCA vai entrar. Vida de treinos é um eterno recomeçar. Todos os dias se superar, ter vontade quando a vontade não está, querer quando não se quer, comer o que não se tem vontade e não comer aquilo que se quer. Se o sacrifício vale a pena? CLAROOOOOOOOOOOO!!! Daqui a pouco estarei entrando na casa dos 50 e me sinto com uma disposição incrível. Não tenho dores articulares (mentira, só nas mãos ), minha coluna não tem nada e minha vitalidade é dez. Dificilmente fico doente e atribuo isso aos longos anos de atividades físicas. Conheço muitas pessoas que vivem dando um milhão de desculpas para não começar nunca a se cuidar e quando resolvem fazer alguma coisa por suas vidas já é tarde demais. Malhar não é apenas uma questão estética é também uma questão de vida ou morte. Você é capaz de prolongar a sua . Mexa-se.

Ao acordar, tomei um copo de suco de uva


Corrida de 8 km com ladeiras e retas.

Após corrida: 2 bananas

Almoço: 2 colheres de sopa de arroz
              meia concha de feijão
              Alface
              uma colher de sopa de carne moída
              uma colher de sopa de purê de batata.
              ( devo a foto)

Lanche da tarde: Sanduiche de pão integral com queijo       minas

Jantar: Peito de frango grelhado, algace, brócolis.


Até amanhã.

domingo, 22 de janeiro de 2012

DEIXANDO UM POUCO DE NÓS...

Não temos noção das marcas que deixamos nas pessoas pelas quais passamos ao longo de nossas vidas e as vezes a descoberta dessas marcas nos causam verdadeiras surpresas. Minha vida toda fiz esportes e nos últimos 30 anos tenho corrido. Com mais frequência em alguns momentos e nem tanto assim em outros. Encontrei dia desses uma ex aluna que me surpreendeu com a seguinte frase: "  Professora, depois de vê-la correndo em tantos lugares decidi mudar a minha vida  e passei a correr regularmente!!" Realmente sua silhueta havia diminuído bastante e fiquei feliz em ter feito a diferença na vida de alguém. Quantas vezes nos achamos sem importância e sem valor e não nos damos conta das mudanças que somos capazes de operar na vida das pessoas que nos cercam, com simples gestos ou atitudes.
Há dois anos que não participo de nenhuma prova de rua e este ano tomei a decisão de voltar a participar. Realmente é uma emoção e tanto, aquele povo reunido com um único propósito: conseguir cruzar a linha de chegada! É um astral e um sentimento que só quem corre e participa destes eventos é capaz de sentir. Estou me preparando para a maratona do Rio que será em setembro e até lá pretendo correr algumas corridas para treinar e me divertir com o espírito esportivo compartilhado nessas horas. Sempre encontro muita gente conhecida e principalmente pessoas que não via a muito tempo. Participar dessas provas me dá o estímulo da superação, pois sempre deparo com aqueles que tem alguma deficiência e estão lá, correndo para chegar na frente ou simplesmente para chegar. Enquanto em tantos momentos nos sentimos fracos e sem forças se observarmos essas pessoas, paramos para pensar: Do que estamos reclamando??? Somos perfeitos, temos saúde, todos os membros,  porque não tomamos  uma atitude e não mudamos nossa vida? Pois é. O esporte faz isso com as pessoas, nos dá a certeza que podemos sempre mais. Basta querermos.
A partir de hoje farei um diário desse treinamento com a dieta que estarei fazendo. Espero ajudar e incentivar aqueles que querem correr e estão esperando aquela "forcinha".
Gosto de acordar cedo e por isso, hoje não seria diferente.
Acordei 5:30h e as 6:30h já estava correndo na orla da Barra da Tijuca ( Rio de Janeiro).
Contrariando todas as recomendações médicas e de especialistas, NÃO CONSIGO comer e ir treinar. Preciso correr em jejum. Faço isso desde sempre e meu organismo se acostumou a isso. Tentei mudar e comer antes mas sempre tenho dor de estômago, então desisti.
Corri uma hora pelo calçadão totalizando 10 km.
Quando cheguei bebi água e comi duas bananas.

Fiquei apenas meia hora na praia já que meu lado social anda um pouco "anti".
Chegando em casa fiz um sanduíche de pão integral com queijo branco e blanquet de peru.



Almoço: Duas colheres de sopa de arroz, meia concha de feijão, alface, uma colher de purê de inhame e peito de frango grelhado.
Não tirei fotos hoje mas prometo que a partir de amanhã, tirarei.

Lanche da tarde: uma maçã

 Jantar: Sanduíche de pão integral com queijo branco e ameixa (adoro doce com salgado)

Até amanhã!!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

SIMPLESMENTE SAUDADE

Sinto saudades não da sua pessoa física mas do seu espírito alegre que tanto me iluminava, do sorriso fácil e das besteiras que falávamos sem parar. Sinto falta da cumplicidade e daquele olhar que já dizia tudo e que em seguida caía na gargalhada. Sinto falta do ZUCO, do GUARANÁ e de todos os personagens que criávamos para nos sentirmos mais perto um do outro. Não sei o que aconteceu ou em que momento você me esqueceu ou deixou de me amar. Mentira. Sei muito bem. Tudo aconteceu no dia que o mundo te chamou e você foi. Obediente como um soldado e foi conhecer as coisas que eu apenas falava e que só na sua imaginação acontecia. Foi viver a sua vida, tão corrida e emocionada e que quando se dá conta, mais um dia se passou e comigo, não falou. São tantas coisas para ver, para saber, para experimentar. São tantas pessoas que aparecem e tantas vidas tão interessantes que quando se dá conta, mais um dia se passou e, de novo, comigo não falou. Sei que a vida adulta não é fácil. São muitas responsabilidades, muitos compromissos ou muito ócio, sei lá. O que sei é que sinto saudades de um menino tão bonzinho, que costumava me amar e que quando lembrava, me chamava de mãe.
Não é apenas a morte que nos separa de quem amamos. A vida também. Só que da morte não tem volta. Da vida? Talvez.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

SÓ POR SER MULHER

Não sei quanto a você, leitora, mas eu, enquanto mulher, sofri abusos desde a infância. Minha mãe não teve culpa, já que em sua época ela achava que as pessoas eram confiáveis e esse tipo de coisa não era muito comentada. O marido da vizinha de porta de minhã mãe me alizava quando eu tinha uns quatro anos e nada mais grave aconteceu porque no dia que ele ia tentar algo  ousado, minha mãe veio para a sala e ele quase me jogou do outro lado do comodo. Sei que daquele dia em diante, mesmo sem entender o que ele fazia eu não gostava dele e passei a ficar grudada em minha mãe para não ter contato nenhum com ele. Este é apenas um dos muitos incidentes que aconteceram ao longo de minha vida. Fico pensando se todas as mulheres passam por isso ou se alguma felizarda passou sem marcas pela infância e adolescência. Sei que são coisas que escondemos dentro de nossa caixa preta e que não gostamos de comentar com ninguém mas o que mais me enfurece é o completo descaso de alguns homens quando falamos no quesito segurança para nós, quando voltamos para casa tarde da noite, ou quando andamos sozinhas por lugares que não são lá muito recomendados ( e as vezes temos que faze-lo por causa do trabalho). Lembro que eu morava em Botafogo e trabalhava em uma empresa de cartões de crédito privado onde eu era supervisora de loja e tinha que rodar todo o Rio e Grande Rio, ou seja, isso incluía baixada e outros lugarzinhos mais, e esperava pelo frescão para Campo Grande às 7:00h( atente para a hora) na praia do Flamengo quando reparei em um carro, na época um santana, que passava lentamente por onde eu estava, várias vezes. Quando me dei conta o sujeito estava parando  na minha frente e olhando para dentro do carro vejo a criatura, nua em pêlo, se masturbando e me chamando. A sorte é que o ônibus chegou logo atrás  e saí correndo para dentro do coletivo. Tem noção da mente pervertida desse homem, andar pelado dentro do carro às 7 horas da manhã para molestar mulheres paradas no ponto do ônibus?? Quando cheguei em casa e contei para o meu marido ele começou a rir. Me senti humilhada e desamparada, pois nem uma palavra de consolo ouvi daquele que devia ser meu protetor e cuidador. Muitos casos acontecem diariamente com milhares de mulheres e elas preferem se calar por achar que não adianta nada falar e que vai ficar por isso mesmo. Realmente fica "por isso mesmo" porque não nos unimos e clamamos por uma solução das autoridades pela segurança pública. Cada vez mais os malucos saem a caça de vítimas mulheres porque sabem que ficarão impunes para sempre. Hoje sou uma pessoa bem resolvida, graças a Deus, mas ando na rua com olhos por todos os lados porque as coisas acontecem quando estamos distraídas, acontecem porque confiamos nos amigos ( um grande número de estupros é cometido por conhecidos). Se fiquei paranóica? Um pouco. Mas acredito que este estado frequente de alerta me salvou de muitas coisas. Eu poderia passar dias relatando fatos que ocorreram comigo (não foram poucos) mas de nada adiantaria. Muitas pessoas ainda diriam que a culpa é minha porque me visto assim ou assado ou porque dei "trela" para o sujeito. A mente do tarado não tem um padrão de comportamento. Para ele não importa se a mulher está usando mini-saia ou saia comprida. Na cabeça dele, sabe-se  lá o que se passa, é apenas mais uma presa. Por várias vezes chorei simplesmente por ser mulher e me achar tão vulnerável aos acontecimentos e saber que não tenho força suficiente para me defender de um lunático me atacando. Acho que isso só vai mudar no dia que todas denunciarem os safados que  molestam, que batem, que fazem terror psicológico e que acabam com a paz de espírito de nós mulheres. Sejam fortes. DENUNCIEM!!!
Não quero acreditar que, só por ser mulher, terei que sofrer calada o resto de minha vida.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

BONS O ANO INTEIRO

É engraçado como nesta época todo mundo resolve ficar bonzinho. Se lembram de cumprimentar o carteiro, o lixeiro, de dar "oi" para o porteiro ( aquele coitado que sabe de todos os seus podres no prédio) e até falar com aquela pessoa "insuportável e bem sucedida" que é a vizinha do 504. Acho lamentável que este sentimento só surja realmente em dezembro de cada ano e quando o ano novo chega, tudo volta a ser o que era: a falta de educação e solidariedade geral. No dia-a-dia real nos esquecemos dos pequenos gestos de educação, nos esquecemos de perguntar se está tudo bem e só sabemos falar dos nossos problemas que são os maiores e mais cabeludos do que os dos outros. Somos egoístas e egocêntricos durante 11 meses e quando chega época de Natal, tudo muda!! Por que não podemos nos esforçar um pouco e sermos essas pessoas gentis, atenciosas e educadas durante todo o ano? Por que não podemos nos preocupar com a saúde do outro? Por que ficamos tão preocupados com nós mesmos e nos esquecemos que os outros também precisam de atenção? Nossa promessas de Ano Novo deveriam ser:
Prometo me comportar e ser boa para o próximo ano!
Prometo tratar bem dos animais, independentemente de serem meus ou não!
Prometo parar de implicar com tudo e com todos!
Prometo me engajar em algum trabalho social! ( este é o mais difícil)
Prometo ouvir mais o que meus amigos e colegas tem a me dizer!
Prometo melhorar o meu comportamento e não apenas exigir que os outros melhorem comigo!!
Prometo ficar menos no telefone e dar atenção ao que meu filho tem a me dizer!
Prometo dedicar algum tempo do meu dia para as pessoas de minha casa!
Eu poderia fazer uma lista infindável de promessas para o Ano Novo mas acho que " SER UMA PESSOA MELHOR" já seria um bom começo. Porque afinal de contar as mudanças acontecem de dentro para fora e não ao contrário.
Desejo de todo meu coração que o ESPÍRITO NATALINO esteja presente nos corações de todos durante todo o ano de 2012 e no resto de suas vidas, pois para ter um mundo melhor temos que, primeiro, nos tornarmos pessoas melhores.